Bandas sinfônicas paraenses são atrações do encerramento do Música das Américas no Espaço São José Liberto

Veja mais fotos em nosso álbum

O Espaço São José Liberto é um dos parceiros do festival.
Foto: Rodolfo Oliveira - AG. PARÁ/Arquivo

O concerto de encerramento da terceira edição do 'Música das Américas', está marcada para esta sexta-feira, 28, a partir das 17h30, no Coliseu das Artes do Espaço São José Liberto – Polo Joalheiro do Pará (Praça Amazonas s/n, Jurunas), com a apresentação da Banda Municipal de Tailândia (PA). A partir das 19h30 começa a segunda atração da noite, a Banda Sinfônica de Ponta de Pedras, município paraense do Arquipélago do Marajó, seguida pela apresentação da Banda Sinfônica Jovem do Estado do Pará. As apresentações integram a programação do festival voltado totalmente para as bandas sinfônicas. A entrada é franca.
 
A programação integral do evento conta com dez concertos, mais de 20 masterclass, oficinas musicais e cursos de regência e arranjo para banda sinfônica. Toda a programação tem entrada franca e será realizada no Instituto Estadual Carlos Gomes, no Teatro Margarida Schivasappa e no Espaço São José Liberto.
 
A Banda Municipal de Tailândia se apresenta pela segunda vez no festival. Além de mestre Tom na batuta, a banda contará com a participação do capitão Aurimar Donato, regente do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.
 
Regente Marcos Sadao, de São Paulo. 
Foto: Ascom FCG
 
Com regência da Marcelino Tavares, a Banda Sinfônica de Ponta de Pedras terá como regente convidado, Marcos Sadao Shirekawa, de São Paulo (SP), um dos mais renomados maestros do país, que atua como diretor artístico e regente titular regente titular da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo. Bacharel em Trombone pelo Departamento de Música da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), Sadao atua como professor de Música de Câmara na EMESP Tom Jobim e é Diretor do Programa Banda Escola de Cubatão (BEC).
 
Já a regência da Banda Sinfônica Jovem do Estado estará sob a responsabilidade de Mônica Giardini (SP) e Marcos Mauderer, da Alemanha. Na apresentação da banda participarão músicos convidados. São eles: Beatriz Stultz, na clarineta; Adriano Leal, no fagote; Marcos Matos na percussão; e Robenare Marques, no piano.  A banda é formada por músicos de vários municípios do Pará, que durante a semana do festival ensaiaram com a maestrina Mônica Giardini, regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e que também é a diretora musical do festival.
 
O festival, aberto no último dia 23 de agosto, segue até o dia 28 de agosto, reunindo mais de 300 instrumentistas de bandas de música do interior do estado, seis regentes e nove músicos convidados. As apresentações artísticas, oficinas musicais e masterclass serão realizadas nas salas de aula e no auditório do Instituto Estadual Carlos Gomes.
 
Com o evento de caráter artístico e pedagógico, o Estado do Pará promove importante intercâmbio com músicos de renome nacional e internacional, que atuam junto aos integrantes das bandas sinfônicas locais.
 
História – A Banda Sinfônica Jovem do Estado foi criada em 2012, por iniciativa da Fundação Carlos Gomes. Reúne músicos de várias cidades do Pará e tem por objetivo ser uma banda sinfônica modelo para o desenvolvimento artístico de seus integrantes, que procuram multiplicar o conhecimento adquirido nas suas bandas de origem, bem como atuar na educação musical de instrumentistas e regentes em todo o estado.
 
Sob a regência da maestrina Mônica Giardini, a banda tem executado composições originais para Banda Sinfônica, arranjos de autores consagrados da música erudita e obras do repertório popular. Mônica é doutora e mestre pela ECA/USP. Estudou regência orquestral e de banda, é regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, da qual foi assistente, e atua como professora e conferencista. Há três anos, Mônica Giardini participa como regente do Festival Música das Américas, projeto que ajudou a idealizar e contribui para a formação musical de instrumentistas paraenses oriundos de bandas de música do interior do estado.
Regentes Marcelo Jardim e Mônica Giardini.
Foto : Ascom FCG 
Destaque - A Banda Sinfônica de Ponta de Pedras é formada por cerca de 80 músicos e é resultado do trabalho de educação musical desenvolvido pela Associação Musical Antonio Malato (Amam), fundada no início da década de 80 e tem se dedicado ao ensino das harmonias, melodias e ritmos brasileiros.
 
Ao longo de mais de 30 anos de existência, a banda fez diversas apresentações dentro e fora do município marajoara. Em 2013, a banda foi uma das atrações do “Música das Américas”. Na ocasião, o evento reuniu, em Belém, maestros vindos de várias partes do Brasil e do exterior e contou com a participação especial da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, cujos integrantes viajaram para Ponta de Pedras para levar conhecimento musical aos jovens músicos do arquipélago.
 
O III Música das Américas é uma realização do Governo do Estado, por meio da Fundação Carlos Gomes (FCG), com apoio da Fundação Cultural do Pará (FCP), Escola de Música da UFPA (EMUFPA), Espaço São José Liberto e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).
 
Ascom Igama e Ascom/FCG


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.