Encontro do setor de gemas e joias aborda a importância da relação com a mídia

Veja mais fotos em nosso álbum
 

Palestra "Lidando com a Mídia", com o consultor do IBGM, Rubens Pontes.
Foto: Igama/Divulgação
Na segunda-feira (24), primeiro dia do III Workshop de Integração de APL de Gemas e Joias, que ocorre no Espaço São José Liberto (ESJL), o jornalista Rubens Pontes, de Brasília (DF), ministrou a oficina técnica "Lidando com a Mídia”. O encontro, que segue até terça-feira (25), é promovido pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Pará (Sebrae).
 
A oficina integrou a programação do evento com o intuito de melhorar a comunicação de empresários e empreendedores da área de gemas e joias com seu público, a partir do conhecimento dos fundamentos do relacionamento com a imprensa e com outras mídias disponíveis, como as redes sociais. O palestrante fez um apanhado das mídias existentes e tratou sobre os meios e canais atuais, passando pelas mídias impressas e digitais, que crescem cada vez mais em importância.
 
Com formação em Ciências Exatas, Comunicação e Economia, Rubens Pontes tem experiência em jornais, revistas e no setor público, além de prestar assessoria de comunicação aos ministros e chefia de gabinete da Fazenda e no setor privado. “Eu já conhecia o São José Liberto. Tive a oportunidade de vir aqui há alguns meses. Foi um prazer voltar a Belém, que é uma das cidades mais interessantes do Brasil em termos culturais. O espaço dá a oportunidade a essas pessoas de expor a tradição e a releitura dessa tradição para os tempos atuais”, afirmou.
 
Palestra "A Gestão do Programa Polo Joalheiro do Pará e do ESJL: uma experiência de território criativo",com a diretora Rosa Helena Neves. Foto: Igama/Divulgação
Na oficina, Rubens falou sobre os valores das mídias pagas, conquistadas espontaneamente e controladas, e como são importantes para as empresas. Ele falou da importância do “Mídia Training” para os empresários do setor, ou seja, do treinamento para saber como lidar com a imprensa e com a mídia, além dos cuidados necessários com a comunicação em tempo real nos dias de hoje.
 
Na opinião de Rubens Pontes, o maior desafio da comunicação em mídias sociais, atualmente, é saber lidar com o excesso de estímulos e informações em quantidades exageradas. As pequenas empresas, enfatizou, precisam estar atentas em como devem se posicionar nestes meios de comunicação. O jornalista explicou que as micro e pequenas empresas têm de cuidar da sua comunicação da mesma forma como cuidam da produção, identificando qual é a matéria-prima, quem é o cliente e como o o produto e serviço vai chegar ao cliente.
 
Rubens Pontes também observou que “a experiência que se desenvolve no Programa Polo Joalheiro do Pará com o design e a ourivesaria mostra um aproveitamento para um século XX de uma herança cultural que já tem centenas de anos. Uma experiência muito importante dentro da diversidade das regiões produtoras de joias, gemas e bijuterias no Brasil e que é muito bem-sucedida”, afirmou.
 
O presidente do IBGM, Hécliton Santini, comentou sobre a importância da programação para o setor de gemas e joias do Pará. “O que procuramos fazer com a palestra aqui, como já fizemos em outros Estados, é dimensionar a importância da comunicação para o posicionamento do produto, o respeito à instituição e a credibilidade. Isso tudo é muito importante porque estamos em um mundo de mutação, estamos em um processo de comunicação que está em transição”, frisou.
 
Passeio monitorado pelas dependências do Espaço São José Liberto com participantes.
Foto: Igama/Divulgação
A designer Ivete Negrão, do Programa Polo Joalheiro do Pará, ressaltou os cuidados com a segurança durante a comunicação, um importante alerta dado durante a palestra sobre a atenção necessária na hora de divulgar. "Entendo a questão da propaganda com segurança para que a pessoa não se exponha colocando em risco sua vida pessoal e sua vida comercial. É preciso ter segurança para os dois lados e não fugir disso por medo, impedindo a divulgação, mas é importante que se tenha conhecimentos adequados para tal função”, assinalou.
 
A diretora executiva do São José Liberto, Rosa Helena Neves, falou sobre a origem do espaço, com seu passado histórico, e o surgimento da iniciativa de transformar o antigo presídio em um espaço de economia criativa. Foi apresentada a concepção do Espaço São José Liberto, com seu modelo de gestão integrada público-privado, adotado pelo governo do Estado, bem como um resumo do trabalho que tem sido desenvolvido desde a inauguração do espaço, em 2002. Em seguida, os convidados fizeram um passeio monitorado pelas dependências do local, para que pudessem observar e conhecer melhor os resultados obtidos no território criativo referência em cultura da Amazônia.
 
A programação do III Workshop de Integração de APL de Gemas e Joias continua nesta terça-feira (25), no Espaço São José Liberto, com palestras ministradas pelo Sebrae Pará e por representantes do IBGM, além da exibição do documentário “Ação 5”, produzido por Gabriel Ligabue.

Leia também na Agência Pará de Notícias

Ascom/Igama
 


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.