Acessórios de Moda do Polo Joalheiro foram destaque em festival gastronômico


A cultura alimentar amazônica foi a inspiração para a Coleção de Acessórios de Moda 2014 do Polo Joalheiro, apresentada no desfile do Polo Joalheiro do Pará, durante o 12º Festival Ver-o-Peso da Cozinha Paraense. Inovação e sustentabilidade são marcas dos braceletes, maxicolares, brincos, bolsas e demais peças da coleção, gerada por designers e empreendedores criativos paraenses. O desfile aconteceu no último sábado, 31, na Fundação Curro Velho, durante o Jantar Popular das Boieiras, onde chefes convidados do festival promovido pelo Instituto Paulo Martins criam complementos para receitas tradicionais da gastronomia paraense.
 
A ideia de unir linguagens diferentes para falar da cultura amazônica agradou a designer Camilla Amaral, que acredita que as vertentes culturais devem caminhar juntas. Para a nova coleção, ela criou o colar “Jambu”, erva típica da Região Norte do Brasil, e ingrediente de pratos tradicionais da culinária paraense, como o Tacacá e o Pato no Tucupi. O trançado em fibra de tururi da peça reproduz flores do jambu. As flores da erva, marcantes por deixar levemente dormente a boca de quem a mastiga, também aparece no detalhe do fecho, confeccionado em prata, resina e tecido de seda que lembra a imagem da flor.
 
Amo jambu e costumo colocar em vários pratos porque acompanha muito bem. E o jambu é muitos em um só, com suas folhas e flores de vários tamanhos e tons, que vão do verde ao amarelado”, explicou a designer, recordando que há cerca de quatro anos criou, junto com sua mãe, a designer Laise Lobato, uma coleção de joias que homenageava a cena cultural de Belém, representada na fotógrafa Walda Marques, no músico Eduardo Dias e no saudoso Paulo Martins, chefe de cozinha idealizador do festival, para quem criou uma joia inspirada em um de seus pratos mais famosos: o “Pato do Imperador”.
 
Composição dos colares "Jambu" e "Manih", 
criação da designer Camilla Amarall e
da empreendedora criativa Kátia Fagundes. 
Foto: João Ramid/AIB
Outra peça da nova coleção do Polo Joalheiro, o colar "Composição de matérias", destaca como matéria-prima as cuias, de onde foram extraídos e tingidos discos de um dos elementos mais representativos da cultura alimentar amazônica. A peça foi criada por Kelly Badarane, empreendedora criativa que possui empresa formalizada há cerca de quatro anos e que pretende, em breve, comercializar seus produtos na Casa do Artesão do Espaço São José Liberto, vitrine do artesanato paraense.
 
As cuias também chamaram a atenção nos penteados das 13 modelos paraenses que desfilaram no Curro Velho, dirigidas por Yorrana Maia e Fernando Hage, designers e professores do Curso de Moda da Universidade da Amazônia (Unama), e pelo produtor de moda Diogo Carneiro. “Eu usei a cuia não só porque serve o alimento do paraense, mas porque é matéria-prima de algumas peças do desfile”, falou Diogo Carneiro, também responsável pela produção artística do desfile, junto com Yorrana e Fernando. O produtor observou, ainda, que a seleção das modelos teve relação com a própria diversidade dos acessórios, “peças que agradam e funcionam em mulheres de todos os perfis e tipos físicos”.
 
APROVAÇÃO – “Essa cuia na cabeça em um evento de gastronomia tem tudo a ver”, elogiou a cozinheira mineira Agnes Farkasvolgyi. Tanto o design quanto a matéria-prima dos acessórios agradaram quem prestigiou o desfile de moda, evento importante, na opinião da cozinheira, para mostrar a riqueza da matéria-prima e da produção local. “São detalhes encantadores”, completou Agnes, apontando a bolsa da Coleção Comidinha de Mãe, criada pela designer Celeste Heitmann a partir de suas memórias olfativas e gustativas, tendo como diferencial a utilização de coador de café reaproveitado e colherzinha de prata adquirida em antiquário.
 
Tradição e inovação na utilização de perólas barrocas, escamas de peixes e tubos de PVC na confecção dos acessórios também marcaram o Jantar das Boieiras, onde as vendedoras do Ver-o-Peso prepararam pratos tradicionais que podiam ser degustados com acompanhamentos inusitados criados pelos chefes de cozinha convidados.
 
Um deles, o chefe Francisco Ansiliero, de Brasília (DF), preparou uma salada tropical para acompanhar o Pirarucu Seco Gratinado com Queijo. Ele assistiu todo o desfile, que considerou “muito bonito, criativo e valorizou as coisas regionais amazônicas”. “Foi gracioso, harmonioso e elegante. Temos que estar mais dedicados a isso. Se não tivermos orgulho do que é nosso, quem vai gostar?”, completou o chefe de cozinha.
 
Conjunto de colar e brincos "Desfrute!", do designer Erivaldo Júnior.
Foto: João Ramid/AIB
É interessante a gente perceber que o nosso produto não tem apenas uma vertente, mas pode ser unir a outras, como a da cultura alimentar amazônica. Não é um olhar único. A gente consegue criar coleções de joias e acessórios de moda que dialogam com outros setores criativos e culturais”, enfatizou Thiago Albuquerque Gama, coordenador do Núcleo de Desenvolvimento Tecnológico e Operacional (NDTO) do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), Organização Social (OS) que gerencia o Espaço São José Liberto e o Programa Polo Joalheiro.
 
A quarta coleção de acessórios de moda do Polo Joalheiro é composta por 49 peças confeccionadas artesanalmente por designers e criadores, constituídos como empreendedores criativos atendidos em parceria pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), Igama, Polo Joalheiro do Pará e Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Pará (Sebrae), por meio do Projeto Setorial da Região Metropolitana de Belém e do Marajó.
 
Participam da nova coleção 23 designers e criadores e 17 empresas. São eles: Ivete Negrão, Waldirene Ferreira, Izabell Roque, Jonathan Camelo, Celeste Heitmann, Graça Arruda, Erivaldo Júnior, Kelly Badarane, Mariana Bibas, Joseli Limão, Renata Maneschy, Mara Maneschy, Kátia Fagundes, Carmem Américo, Brenda Lopes, Helena Bezerra, Laíse Lobato, Nassandra Lima, Tatira Fernandes, Bárbara Müller, Camilla Amarall, Patrícia Rabelo, Rosa Castro, Bazzzola, Madame Floresta, Kdesign Acessórios, Danatureza, Remaneschy, Da Tribu, Amazônia & Cia, HS Criações & Design, Nana Pará Atelier e Tita Maria.
 
O desfile de apresentação da Coleção de Acessórios de Moda 2014 do Polo Joalheiro foi resultado de parceria entre o Espaço São José Liberto, a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), o Igama, o Sebrae/PA e o Instituto Paulo Martins, com apoio da Unama. As peças serão comercializadas no Salão de Exposições do Espaço São José Liberto a partir da segunda quinzena do mês de junho.

Leia também: Polo Joalheiro lança coleção inspirada na gastronomia da Amazônia 

 
Luciane Fiuza - Ascom/Igama


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.