Maestros e músicos da Banda Sinfônica do Pará dão show no concerto de encerramento de festival

 
O "Música das Américas", evento promovido pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Carlos Gomes, que corresponde à primeira fase do Festival Internacional de Música do Pará, chegou ao fim neste domingo com uma apresentação impecável da Banda Sinfônica do Estado do Pará.
Formada por jovens músicos vindos de mais de 30 cidades do interior do estado, a banda apresentou o repertório que foi ensaiado durante três dias de extensa atividade pedagógica realizada no Centro Sagrada Família, em Ananindeua, com instrumentistas e maestros que estiveram em Belém e também se deslocaram para ensinar as bandas de música nas cidades de São Caetano de Odivelas, Vigia e Ponta de Pedras.
 
O concerto de encerramento do Festival, que começou no dia 27 de abril, foi realizado no anfiteatro do Coliseu das Artes do Espaço Cultural São José Liberto. O governador do Pará, Simão Jatene, participou do último compromisso dos jovens músicos no festival e viu a performance de futuros músicos profissionais que estão tendo a oportunidade de integrar a Banda Sinfônica do Estado ao lado de grandes maestros, que deram um verdadeiro show.
 
Apresentação da Banda Sinfônica do Pará no ESJL.
Foto: Rodolfo Oliveira/Agência Pará
A apresentação teve início com a maestrina venezuelana Rosa Briceño, considerada uma das maiores autoridades na formação musical de jovens na América Latina. Depois, o maestro húngaro Laszlo Marosi arrancou muitos aplausos do público.
 
A plateia também teve a oportunidade de ver a atuação de outros dois regentes convidados: a maestrina Monica Giardini e o maestro norte-americano Shawn Smith. O saxofonista Leo Gandelman foi o solista na música Melodia Sentimental, de Heitor Villa Lobos, com arranjo e regência do maestro carioca Marcelo Jardim, diretor artístico do festival.
 
O final foi ao som de um dobrado sob a regência do maestro paulista Marcos Sadao Shirakawa, regente titular da Banda Sinfônica de São Paulo, que fez o público acompanhar tudo com palmas.
 
O maestro Bembem Dantas, que participou pela primeira vez do festival, falou da importância de realizar outras edições do Músia das Américas e da importância do projeto para a formação musical. "Com todo o aprendizado que estão recebendo, futuramente os jovens músicos daqui estarão prontos pra tocar em qualquer orquestra", afirmou o regente, que desenvolve um projeto semelhante ao que a FCG faz no Pará para a criação de bandas de música no Rio Grande do Norte.

Fonte: Agência Pará de Notícias

Ascom/Igama
 


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.