Programa Polo Joalheiro do Pará inclui micro e pequenos empresários no Procompi de Gemas e Joias

No dia 25 de abril às 16h, foi realizado no Espaço São José Liberto (ESJL) palestra sobre o Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Empresas Industriais (Procompi) de gemas e joias que será implementado no período entre os anos de 2014 e 2015 em Belém, resultado da parceria firmada entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Federação das Indústrias do Estado do Para – Instituto Evaldo Lodi (Fiepa – IEL), o Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio, e Mineração (Seicom) e o Governo do Estado do Pará.
 
A atividade consistiu na apresentação das finalidades do Procompi (CNI - Sebrae), seus objetivos e atividades, em especial o que será desenvolvido pelo projeto de gemas e joias apresentado a CNI pela Fiepa/IEL e a Seicom/Igama destinado ao setor joalheiro do estado atendido pelo Polo Joalheiro do Pará. 
 
Thiago Gama iniciando a palestra junto aos empresários
Foto: Igama/Divulgação

 
A próxima agenda a ser desenvolvida será o diagnóstico sobre as empresas participantes para posterior agendamento das atividades como consultorias, capacitações, melhoria do processo produtivo e estabelecimento de prioridades que serão definidas peo grupo, que é formado por 25 empresas locais.
 
Com essa iniciativa as empresas podem programar ações que visam aumento de faturamento, aumento na produtividade, crescimento da carteira de clientes, redução do consumo de energia, melhoria no setor produtivo, capacitação de funcionários e gestores e investimento em novas tecnologias produtivas.
 
Oportunidades – As iniciativas criadas pelo Procompi visam melhorar o setor industrial local voltado para a produção de joias. A consultora do IEL-PA Sônia Cardoso Barroso comentou sobre as vantagens que as empresas conseguem ao participar de uma iniciativa como o Procompi.
 
Thiago Gama falou sobre o projeto voltado 
aos produtores de gemas e joias
Foto: Igama/Divulgação
O Projeto visa ajudar desde o chão de fábrica, ensinando o produtor a reaproveitar aquilo que sobra da produção de joias. O Procompi vem para dar acesso ao produtor para novas técnicas e tecnologias, qualificar a mão de obra e fornecer melhorias nos produtos dando também suporte para quem quiser ter acesso ao mercado exterior”, disse Sônia.
 
Na ocasião da reunião estavam presentes os micro e pequenos empresários de joias cadastrados no programa Polo Joalheiro do Pará. O coordenador do Núcleo de Desenvolvimento Tecnológico e Organizacional (NDTO) do Igama, Thiago Gama, foi quem coordenou a reunião junto com Eliana de Cáritas Cardoso e Sonia Barroso, representantes do IEL-Fiepa.
 
Luiz Armando Viana - Ascom/Igama


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.