Programa Polo Joalheiro promove capacitação na área de mercado

Bate-papo com a designer Maria Aparecida Gomes
Foto: Igama/Divulgação
Com o objetivo de promover ações de acesso aos mercados caracterizados como nichos para produtos artesanais, visando a expansão dos negócios dos empreendedores criativos do setor de acessórios de moda do Programa Polo Joalheiro do Pará, foram realizadas, no auditório do Espaço São José Liberto (ESJL), semana passada, palestra e consultoria individualizada com a consultora e designer Maria Aparecida Gomes.
 
Com o tema “Oportunidade de negócios para nichos de produtos artesanais”, as atividades incluíram relato de experiência da consultora sobre o mercado europeu. Maria Aparecida Gomes destacou a importância deste mercado para os produtos que têm o modo de produção artesanal, tendo a cultura como diferencial no processo de criação.
 
Na Europa, há sete anos, a consultora desenvolve projetos para prestigiadas grifes e marcas da Espanha. Maria Aparecida Gomes explicou para os participantes que o mercado Europeu é muito aberto à produção nacional, pois valoriza peças que mesclam metais nobres com produtos da natureza ou reciclados. “O mercado internacional busca inovação e criatividade nas peças. Busca o diferente. Já o mercado americano mostra-se um pouco mais fechado, mas ainda assim bastante acessível”, explicou. 
 
Um dos principais pontos abordados por Maria Aparecida foi a inserção dos produtos artesanais no mercado internacional. Segundo a consultora, os empreendedores criativos devem apresentar portfólios adequados e possuir capacidade de produção suficiente para o fornecimento aos clientes, “com adequações para clientes específicos e produtos exclusivos, levando em consideração os detalhes de cada cultura em diferentes mercados”.
 
Segundo Maria Aparecida Gomes, os microempreendedores devem perder o medo de investir em mercados internacionais e devem dar mais importância para o investimento em equipamento de produção. A melhor forma de conhecer clientes em mercados potenciais, ressaltou a consultora, é participando de feiras internacionais, buscando sempre as mais adequadas para cada empresa. 
 
Designer e produtores durante a 
apresentação de Maria Aparecida
Foto: Igama/Divulgação
Durante o encontro, 8 designers e 15 microempresas foram atendidas pela consultora Maria Aparecida. Na oportunidade, por meio da dinâmica denominada “clínica indivualizada”, cada participante apresentou seus produtos e recebeu orientação sobre os procedimentos necessários à adequação dos produtos que devem ser apresentados ao mercado europeu. 
 
Na ocasião, também foram firmados novos negócios para as microempresas que já se encontram aptas a ingressar nos mercados que serão inseridas.
 
A designer Rosa Castro ressaltou que o bate pão com Maria Aparecida foi muito profícuo. Rosa Castro destacou a importância desse tipo de iniciativa, "Achei ótimo porque precisamos de incentivos para os produtores do Programa Polo Joalheiro".
 
Celeste Heitmann também elogiou a palestra. "Foi maravilhoso porque é sempre importante ouvir a opinião de alguém que já trabalha no mercado externo. Meu produto foi considerado de alto nível. A reutilização de filtros de café (para criar bolsas e joias, inovação da designer) é uma novidade. Preciso apenas de uma melhora de acabamento", comentou Celeste.
 
A programação foi promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), do Instituto de Gemas e Joias do Pará (Igama)
 
Ascom/Igama


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.