Seicom e Igama promovem palestra sobre APL no ESJL

Com o tema "Contextualizando sobre Arranjo Produtivo Local (APL)", aconteceu, na tarde da última segunda-feira, 24, no auditório do Espaço São José Liberto (ESJL), o "IV Diálogo Colaborativo". Trata-se de um ciclo de palestras com temas que abordam os conceitos de APL e seus desafios, bem como a apresentação da proposta metodológica da APL de Moda e Design do Espaço São José Liberto, que tem como fundamento filosófico as diretrizes da Economia Criativa, com o objetivo de possibilitar um nivelamento teórico sobre APL para empreendedores criativos do setor de moda e design. 
 
Marcelo Araújo, gerente da Unidade 
de Indústrias do Sebrae/PA
Foto: Igama/Divulgação
As palestras foram ministradas por Marcelo Araújo, gerente da Unidade de Indústrias do Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas do Pará (Sebrae/PA) e por Rosa Helena Neves, diretora executiva do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama).
 
"Foi uma reunião muito proveitosa para tirar um pouco da dúvida sobre o conceito de APL. Foi importante porque houve grande participação por parte do empresariado local ligado à moda e também de instituições ligadas ao setor, mostrando que o projeto começa bem e que é o início do trabalho, porque os desafios são grandes, mas o projeto tem tudo para dar certo", afirmou Marcelo após a palestra.
 
O APL de Moda e Design do ESJL está sob a coordenação da Seicom e do Núcleo Estadual de APL's do Pará (NE/APL/PA) e tem como órgão executor o Igama que, a partir da aprovação do Edital de Chamamento Público nº03/2013, realizado pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC)/Secretaria de Desenvolvimento de Produção e pelo Ministério da Cultura (MinC)/Secretaria de Economias Criativas, conta com o apoio do MDIC para sistematização do seu Plano de Desenvolvimento.
 
Rosa Helena Neves, diretora do Espaço São José Liberto e do Igama, ressaltou que o APL de Moda e Design do ESJL também é resultado de diversas ações que o Governo do Estado tem realizado em apoio aos setores de Moda, Design de Joias e Manualidades, por meio de capacitações, ações de mercado, fomento a gestão e formalização das empresas. 
 
Rosa Helena Neves, diretora do Espaço 
São José Liberto do Igama,assiste a palestra
Foto: Igama/Divulgação
Sob as diretrizes da Economia Criativa, a APL de Moda e Design do ESJL tem como princípios a intersetorialidade, a complementariedade institucional, diversidade cultural, inclusão sócio-produtiva, inovação e sustentabilidade. Sua atuação contempla a categoria cultural de criações culturais e funcionais por meio dos setores criativos de moda e design.
 
A governança deste APL tem perfil intersetorial e multidisciplinar e envolve os setores públicos e privados, como também o Terceiro Setor. As áreas de conhecimento multidisciplinar contam com apoio de instituições de educação superior; turismo; tecnologia e inovação; cultura; economia; movimentos setoriais; associações e organizações do Terceiro Setor; fomento ao empreendedorismo; capacitação profissional; economia criativa; bancos; fazenda e tributo; artesanato e manualidades; moda; design de joias; fornecedores de matérias primas; meio ambiente; empreendedorismo e federações.
 
Nivelamento - Essa foi a primeira capacitação de nivelamento técnico realizada com a finalidade de promover um amplo debate sobre o tema "Arranjos Produtivos Locais". Compareceram designers de joias do Programa Polo Joalheiro do Pará, microempresários dos setores de moda, joias, gemas e manualidades. 
 
Também participaram do encontro representantes das instituições que compõem o coletivo intersetorial, que são os seguintes: Instituto de Artes do Pará (IAP), Incubadora Pará Criativo, Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/PA), Serviço de Apoio ao Micro e Pequenos Empresários do Pará (Sebrae/PA), Secretaria Municipal de Economia (Secon)/Prefeitura de Belém Faculdade Estácio do Pará (FAP), Sindicato da Indústria de Confecções de Roupas e Chapéus de Senhora do Estado do Pará (Sindusroupa), Caixa de Criadores e Coletivo Criar Amazônia.
 
A promoção e coordenação do encontro foram do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), que conta com apoio do Núcleo Estadual de APL's do Pará e execução do Igama, Organização Social (OS) gestora do Espaço São José Liberto.
 
Sonia Mendes, coordenadora de Desenvolvimento 
do Empreendedorismo Criativo da Seicom
Foto: Igama/Divulgação
Cadastro único - A coordenadora de Desenvolvimento do Empreendedorismo Criativo da Seicom, Sonia Mendes, apresentou o link (http://seicompa.com.br/cd/cadastro-moda) do cadastro único para que os integrantes do Coletivo intersetorial da Moda e Design socializem ainda mais com seus pares, “visto que os cadastros efetivados até a presente data estão aquém do esperado, indo além o levantamento dos partícipes na Cadeia da Moda e Design. Esse é o primeiro passo para a organização do APL de Moda e Design”.
 
Sonia Abreu destacou, ainda, a importância do Cadastro Único para o desenvolvimento dos setores criativos e sua contribuição para o alinhamento de programas e projetos de apoio ao desenvolvimento sócio produtivo dos setores e segmentos envolvidos neste campo econômico. 
 
De acordo com Airton Lisboa, diretor de Desenvolvimento de Comércio e de Serviços da Seicom, a iniciativa de, nesse momento, mapear, chamar, organizar e integrar as unidades de produção existentes em todos os níveis da cadeia objetiva oferecer meios e práticas de convívio e de competição entre os envolvidos. “Sem dúvida nenhuma, a ação permitirá a construção de uma base sólida e referências para o crescimento e fortalecimento da atividade proposta, lembrando que o papel das entidades governamentais e representativas é meramente orientador e facilitador, quando às empresas recai a obrigação de praticar ações de governança necessárias ao êxito do APL”, observou Airton Lisboa. 
 
Ao final do evento, foi divulgado o 1? Mercado das Indústrias Culturais do Mercosul (MICSUL), edital que representa mais uma oportunidade de negócios para empreendedores criativos brasileiros, como as empresas participantes do APL de Moda e Design do ESJL.
 
O Ministério da Cultura apoia projetos culturais por meio da leis e também por editais para projetos específicos, lançados periodicamente. O Edital MICSUL selecionará até 52 empreendedores culturais para participar das rodadas de negócios do encontro. O objetivo é exportar a cultura brasileira e estimular a criação de redes entre os países do Mercosul (Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai e Venezuela). 
 
O edital do Ministério da Cultura conta com parcerias da Fundação Nacional de Artes (Funarte) e do Sebrae. As inscrições são gratuitas e estão abertas até 12 de março de 2014, no seguinte endereço eletrônico: http://sistemas.cultura.gov.br/propostaweb/
Ascom/Igama


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.