Festival Internacional de Chocolate terá circuito gastronômico e coleção de joias

Com degustação de alimentos à base de cacau e chocolate, exposição de joias artesanais do Polo Joalheiro do Pará e apresentação de vídeos, o Governo do Pará lançou o 2º Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Amazônia e o Flor Pará 2014.
 
O evento, realizado na noite de quinta-feira, 20, no Coliseu das Artes do Espaço São José Liberto, apresentou as novidades da programação, que será realizada no período de 3 a 6 de abril, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, com a presença de expositores de vários países. A realização é da Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), em parceria com a Biofábrica da Bahia e o apoio de entidades públicas e privadas.
 
Com o tema “Trilogia da Sedução”, o festival deste ano pretende divulgar três atrativos potenciais da Amazônia: o chocolate, a floricultura e as joias artesanais, valorizando o trabalho dos envolvidos nas cadeias produtivas destes segmentos e promovendo o intercâmbio comercial entre o setor produtivo e o mercado consumidor.
 
Entre as novidades deste ano foram anunciados o Flor Pará Mirim, com ações direcionadas para o público infantil, e um concurso que elegerá a melhor receita de chocolate, elaborada por especialistas, que mostraram, na abertura dos eventos, receitas criativas que puderam ser degustadas e avaliadas pelos presentes.
 
O secretário de Estado de Agricultura, Andrei Gustavo Castro, destaca a riqueza dos bens naturais e a capacidade produtiva e criativa do povo paraense, desejando que os eventos promovam “a força dos nossos produtores rurais, dos nossos artesãos, designers e de todos os que amam o Pará”.
 
O Festival Internacional do Chocolate conta com a organização do publicitário Marcos Lessa e o Flor Pará é coordenado por Dulcimar de Melo e Silva. Segundo a coordenadora, a parceria do Flor Pará com o Espaço São José Liberto e o Programa Polo Joalheiro do Pará é importante por representar a integração das cadeias produtivas da flor, da joia e do chocolate.
 
O nosso objetivo é a verticalização da cadeia: os designers e microempresários com as joias, os nossos produtores com as flores e o chocolate com pequenos empresários e produtores de cacau. Isso vai ser muito importante para o nosso Estado”, afirmou o secretário. “Pretendemos cada vez mais agregar valor ao próprio festival e vamos ter algumas novidades que vou deixar na curiosidade do público”, completou.
 
Evento terá circuito gastronômico e coleção de joias
 
Mostras de criatividade, sabor e beleza fizeram parte da programação de abertura, que contou com uma exposição de joias artesanais com inspirações na flora amazônica e utilização de matéria-prima regional. Foram expostas joias criadas pelos designers Ivete Negão, Helena Bezerra, Joseli Limão e Argemiro Muñoz, e produzidas pelas empresas Ourigema, HS Criações & Design, Danatureza e Joiartmiro, que integram o Programa Polo Joalheiro do Pará.
 
Joias do Polo Joalheiro. Foto: Igama/Divulgação 
Na degustação, o público aprovou as receitas de bebidas e pratos apresentadas, que inovaram ao combinar o chocolate com os mais diferentes ingredientes, como o camarão ou o filé. As iguarias estarão no cardápio de 15 restaurantes de Belém, a partir de 11 de março, quando começa o Circuito Gastronômico, e a melhor receita será escolhida durante o festival.
 
A temática desta edição, “Trilogia da Sedução”, que combina flor, joia e chocolate, na opinião de Fábio Rezende Sicília, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – Seccional Pará (Abrasel-PA) é perfeita. “Se a sedução é a capacidade de encantar o outro, então é pura sedução”, resumiu Fábio.
 
O Polo Joalheiro do Pará também lançará uma coleção exclusiva de joias artesanais inspiradas no tema do evento. As joias serão mostradas durante o desfile, que acontecerá na área expositiva do Hangar. O Espaço São José Liberto também contará com um estande para comercialização de artesanato e joias.
 
Segundo a diretora executiva do Espaço São José Liberto e do Programa Polo Joalheiro, Rosa Helena Neves, essa edição dos eventos traz uma temática importante e “extremamente criativa”, que aproximou três setores. “Quatro, na verdade, porque você tem, a partir do chocolate, a gastronomia, a joia e a flor, setores que, historicamente, sempre atuaram na sedução e no mundo do luxo, eu diria. A parceria firmada entre a Seicom (Secretaria de Estado de Indústria Comércio e Mineração), o Igama (Instituto de Gemas e Joias da Amazônia) e a Sagri visa potencializar a comercialização, fomentar a inovação e promover a integração desses setores produtivos, que, nessa experiência, em particular, são fomentados por pequenos empreendedores e microempresários. É um passo muito importante para a geração de trabalho e renda em nosso Estado”, disse Rosa Helena Neves.
 
Entre os apoiadores do 2º festival Internacional de Chocolate da Amazônia e do Flor Pará 2014 estão a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Seicom, Igama, Abrasel, Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).
 
Veja as fotos do evento em nosso álbum do facebook
 
Ascom/Igama


PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.