Balata

 

 

 

 

 

 


 Peixe Boi - Artesão Darlindo Oliveira

A Balata (Manilkara bidentata) arvore da família das sapotáceas é encontrada no Baixo-Amazonas, principalmente na região dos rios Erepecuru, Curuá, Maicuru e Purus, no Pará. A balateira quando tem seu caule sangrado, expele um látex que fornece uma goma elástica que é coletada em caixas, formando blocos de cerca de 40kg. Os blocos são transportados do alto da serra pelos rios, até a cidade de Monte Alegre, onde são comercializados.

Esses blocos, já nas mãos dos artesãos, passam ainda por um processo de limpeza, sendo cortados em pedaços menores. Trabalham com pedaços aquecidos menores em banho-maria, tornando a balata maleável, o que permite a modelagem de animais da fauna amazônica, como botos, pirarucus, tartarugas, búfalos, macacos, cobras, além de índios, canoas, ocas e etc. 

 

 Cobra Coral 
Artesão Paulo Baia

 Índios na Canoa 
Artesão Oscarino Braga


Texto: Polyane Amaral
Foto: João Ramid

 




PESQUISAR

Exposição

NEWSLETTER

Parceiros

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n, Jurunas, Belém-Pará-Brasil. Fone: (91) 3344-3500 e (91) 3344-3514.
Horário de visitação: terça a sábado, de 09 às 18:30h; domingos e feriados, de 10h às 18h.